Livro - Freakonomics

Livro - Freakonomics

Nesse post vamos abordar o caso do livro Freakonomics, e dar uma visão geral desse livro já que ele merece uma discussão muito mais profunda.

O livro baseia-se na tradição ou intuição. Talvez uma pergunta bem colocada ou uma frase bem expressa possa nos abrir novos caminhos para encontrar verdades concretas, abrindo mão do velho conhecimento popular (cabe um parênteses aqui para ressaltar que o autor prefere a expressão “sabedoria convencional” a senso comum). Possuímos uma ferramenta excepcional para obter as respostas corretas – e concretas. Aliás, foi dessa parceria inicial que surgiu a idéia do livro. Fazendo uma análise profunda em nossa sociedade de incentivos, explorando os traiçoeiros fatos correlatos e, principalmente, deixando de lado o politicamente correto, os autores compilam nesse livro respostas a essas e a inúmeras outras perguntas. Mas, diferentemente do senso-comum, essas respostas não são meras suposições. Vangloriamo-nos em dizer que vivemos na era da informação. Dito isso tudo, cabe ressaltar aqui o que faz esse livro merecer o quase-inatingível selo delfiano supremo (o primeiro livro da história com esse título!). Basta você ter a mesma dedicação dos autores e perder horas analisando. Além do mais, esta edição, revista e ampliada, possui alguns “reparos” à versão antiga, bem como um rico material extra que inclui: críticas positivas e negativas sobre o livro, colunas “Freakonomics” escritas para a revista New York Times e mensagens selecionadas do blog freakonomics (que você pode ler aqui). Delicie-se com um livro que atravessa inúmeras áreas do saber humano, da psicologia à economia, e CONFUNDA-SE!

Não tem muito tempo para ler o livro?! Olha o filme ai que interessante, abaixo confira o trailer: