Dando continuidade a série do conteúdo das aulas. Na segunda aula do Prof. Valente,  fomos expostos aos sedimentos da história e que quando se trata de tecnologia e gestão corporativa a discussão é sempre interessante e algumas vezes bem aflorada.

ERP - Analogia do Tempo

ERP - Sem tempo para perder.

ERPs – para que não conhece segue um link interessante do Wikipédia (http://pt.wikipedia.org/wiki/ERP) – precisamos de muitos contextos, a experiência de algumas pessoas na sala é um fator diferencial, por que nada melhor que a teoria e partir da experiência pessoal das pessoas, o que torna o nosso aprendizado mais rico, nos faz pensar na necessidades reais de saber e gerir determinadas informações e como seria complicado em uma época dos anos 50 quando começaram as primeiras discussões sobre o assunto.

A palavra mainframe para mim é uma palavra poderosa e pode ser considera como o cérebro da operação, o nosso banco de dados hoje, que indiscutivelmente guardar informações é bom, acessa-las poderiam ser um problema na época. A evolução da massa,  da economia, gerou dezenas de informações além das mais comuns, CEP, endereço e nome completo. Necessidade de automação é pode ser a palavra por trás de todo o processo, saber ser ágil dentro desse contexto é ser diferencial.